Resenha: Cinco Porquinhos – Agatha Christie (Sem Spoiler)

Oi Meninas!!!

Cinco Porquinhos - Agatha Christie (2)

Mais um livro da Agatha Christie, e posso dizer que foi o melhor dela que eu li até hoje, mistério até o último capítulo (literalmente) pra descobrir o assassino, que na verdade só é anunciado nas últimas páginas. Dessa vez desconfiei de todos, só que dois não saiam da minha cabeça, mas como meu palpite normalmente dá errado (e é isso que eu gosto), eu errei.

Gostei muito do livro e me prendeu do início ao fim, devorei mesmo. Achei muito interessante o desenrolar da história.

Cinco Porquinhos - Agatha Christie (3)

A história se passa quando uma mulher procura Poirot para desvendar o assassinato do seu pai há alguns anos, no qual sua mãe era considerada a assassina. Poirot consegue juntar cinco testemunhas do assassinato para interrogar e ver se o desfecho seria diferente.

Cinco Porquinhos - Agatha Christie (1)

Sinopse do Livro:

Cinco porquinhos é um dos maiores clássicos do clássico detetive belga Hércule Poirot. Tudo começa com uma carta, seguida então da presença de sua autora, Carla Lemarchant: “uma jovem alta e esbelta de vinte e poucos anos; o tipo de mulher jovem para quem definitivamente se olhava duas vezes”. Trata-se de, triplamente, pedir para Poirot resolver um crime, desfazer uma injustiça e limpar um nome. O crime, o assassinato de seu pai, o célebre pintor (e ainda mais célebre mulherengo) Amyas Crale; a injustiça, a condenação de sua mãe, a bela Mrs. Crale, pelo assassinato; o nome, a dessa mesma Mrs. Crale, já falecida (estamos dezesseis anos depois do crime), que sua filha jura ser inocente, apesar de todas as provas em contrário. Resta, naturalmente, encontrar então o verdadeiro assassino, uma das cinco pessoas que estavam na casa do pintor naquele dia fatídico..

Globo Livros

Já leram? Gostaram?

Beijos

Anúncios