Resenha: O Resgate do Tigre – Colleen Houck (Sem Spoiler)

Oi Meninas!!!

DSC_0185

Mais um livro da Saga do Tigre, que é meu vício, como vocês já sabem. É a continuação da história do primeiro livro “A Maldição do Tigre“, nesse Kelsey e Kishan ficam mais próximos e se ajudam a achar o Ren.

Nesse livro a Kelsey vai ficando cada vez mais chatinha, mas não é por isso que o livro deixa de ser bom, mas sabe aquela protagonista de Malhação que não sabe o que quer? Então, bem assim. rs Por isso o meu ódio (mesmo que pouquinho) por ela, já que ela acha (odeio achismos) que o Ren é demais pra ela, que ele não a ama. Esses BláBláBlás chatos.

As aventuras continuam e ainda melhores, com mais suspense, mais mistérios e é isso que torna o livro bom, já que o jeito que a autora escreve de um jeito simples, mas que te prende o início ao fim. Não é o meu favorito da série (ainda estou apaixonada pelo primeiro), porém é muito bom. A viciada, né? rs.

DSC_0186

Sinopse do Livro:

“Kelsey Hayes nunca imaginou que seus 18 anos lhe reservassem experiências tão loucas. Além de lutar contra macacos d’água imortais e se embrenhar pelas selvas indianas, ela se apaixonou por Ren, um príncipe indiano amaldiçoado que já viveu 300 anos. Agora que ameaças terríveis obrigam Kelsey a encarar uma nova busca – dessa vez com Kishan, o irmão bad boy de Ren –, a dupla improvável começa a questionar seu destino. A vida de Ren está por um fio, assim como a verdade no coração de Kelsey. Em O resgate do tigre, a aguardada sequência de A maldição do tigre, os três personagens dão mais um passo para quebrar a antiga profecia que os une. Com o dobro de ação, aventura e romance, este livro oferece a seus leitores uma experiência arrebatadora da primeira à última página”

Editora Arqueiro

Gostaram? Quem leu e é tão viciada quanto eu e quer logo o filme, que tem previsão para sair em 2015? rs

Beijos

Anúncios

Resenha: As Aventuras de Pi – Yann Martel (Sem Spoiler)

Oi Meninas!!!

DSC_0181

Mais um livro que virou filme que eu leio, já digo que quem só viu o filme ou quem só leu o livro que eles são muito próximos, algumas cenas do livro foram cortadas, mas nada que mudasse o rumo da história.

A história em si é muito bonita, mas com um pouco de “realidade absurda” na qual você acredita que pode acontecer, porém ao mesmo tempo acha impossível, e é isso que torna o livro incrível. E ela é tão bem contada que você passa a se perguntar se essa história é real. O livro é contado em terceira pessoa, já que é a visão de um autor que sem inspiração vai a Pondicherry, na Índia, para conseguir escrever seu próximo livro. Ele apenas reconta a história que Pi Patel passou durante os dias em que ficou à deriva.

DSC_0182

Sinopse do Livro:

As aventuras de Pi narra a trajetória do jovem Pi Patel, filho do dono de um zoológico localizado em Pondicherry, na Índia. Após anos cuidando do negócio, a família decide vender o empreendimento devido à retirada do incentivo dado pela prefeitura local. A ideia é se mudar para o Canadá, onde poderiam vender os animais para reiniciar a vida. Entretanto, o cargueiro onde todos viajam acaba naufragando em decorrência de uma terrível tempestade. Pi consegue sobreviver em um bote salva-vidas, mas precisa dividir o pouco espaço disponível com uma zebra, um orangotango, uma hiena e um tigre de bengala chamado Richard Parker. Nessa situação desesperadora, Pi reaprende a viver, descobrindo uma nova maneira de ver o mundo.

Editora Nova Fronteira

Já leram?

Beijos

Resenha: O Lado Bom da Vida – Matthew Quick (Sem Spoiler)

Oi Meninas!!!

O Lado bom da Vida - Matthew Quick (1)

O livro de hoje é um livro leve, divertido e que muitas vezes faz você refletir sobre a sua vida. O personagem principal, Pat Peoples, é um ex-professor que estava internado em uma clínica psiquiátrica que ele chama de “lugar ruim” e é obsessivo pela sua ex-mulher, quer fazer de tudo pra agradá-la (apesar dela não aparecer durante boa parte do livro). Uma das coisas que ele faz pra agradar a ex é se exercitar para ficar em forma, porém também acaba obcecado por isso. Com isso, a gente pega se torcendo pelo Pat.

No livro acontecem muitas situações absurdas, porém você ri, já que acaba sendo cômico.

O Lado bom da Vida - Matthew Quick (2)

Pra quem viu o filme vale a pena ler o livro, pois é muito diferente um do outro, apesar da base ser a mesma.

Sinopse do Livro:

“Pat Peoples, um ex-professor na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele “lugar ruim”, Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um “tempo separados”.

Tentando recompor o quebra-cabeça de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com o pai se recusando a falar com ele, a esposa negando-se a aceitar revê-lo e os amigos evitando comentar o que aconteceu antes de sua internação, Pat, agora viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida.”

Editora Intrínseca

Resenha: Cinco Porquinhos – Agatha Christie (Sem Spoiler)

Oi Meninas!!!

Cinco Porquinhos - Agatha Christie (2)

Mais um livro da Agatha Christie, e posso dizer que foi o melhor dela que eu li até hoje, mistério até o último capítulo (literalmente) pra descobrir o assassino, que na verdade só é anunciado nas últimas páginas. Dessa vez desconfiei de todos, só que dois não saiam da minha cabeça, mas como meu palpite normalmente dá errado (e é isso que eu gosto), eu errei.

Gostei muito do livro e me prendeu do início ao fim, devorei mesmo. Achei muito interessante o desenrolar da história.

Cinco Porquinhos - Agatha Christie (3)

A história se passa quando uma mulher procura Poirot para desvendar o assassinato do seu pai há alguns anos, no qual sua mãe era considerada a assassina. Poirot consegue juntar cinco testemunhas do assassinato para interrogar e ver se o desfecho seria diferente.

Cinco Porquinhos - Agatha Christie (1)

Sinopse do Livro:

Cinco porquinhos é um dos maiores clássicos do clássico detetive belga Hércule Poirot. Tudo começa com uma carta, seguida então da presença de sua autora, Carla Lemarchant: “uma jovem alta e esbelta de vinte e poucos anos; o tipo de mulher jovem para quem definitivamente se olhava duas vezes”. Trata-se de, triplamente, pedir para Poirot resolver um crime, desfazer uma injustiça e limpar um nome. O crime, o assassinato de seu pai, o célebre pintor (e ainda mais célebre mulherengo) Amyas Crale; a injustiça, a condenação de sua mãe, a bela Mrs. Crale, pelo assassinato; o nome, a dessa mesma Mrs. Crale, já falecida (estamos dezesseis anos depois do crime), que sua filha jura ser inocente, apesar de todas as provas em contrário. Resta, naturalmente, encontrar então o verdadeiro assassino, uma das cinco pessoas que estavam na casa do pintor naquele dia fatídico..

Globo Livros

Já leram? Gostaram?

Beijos

Resenha: Box O Melhor de Agatha Christie: Natal de Poirot (Sem Spoiler)

Oi Meninas!!!

Natal de Poirot - Agatha Christie  (1)

Como ontem o wordpress ficou de sacanagem com a minha cara (não entrou o dia todo), o post da resenha do livro, que era pra ter saído ontem, vai sair hoje. Não se preocupem que vamos ter outros posts hoje.

Vamos então falar do livro, certo?

Não sei se por ter lido na sequência do “Assassinato no Expresso do Oriente”, acabei achando esse livro meio chato, bobo ou se achei isso mesmo. A história é interessante, o assassino é surpreendente, mas não achei um livro bom. Como característica dos livros da autora, o assassino é descoberto apenas no último capítulo.

Esse é mais um livro com o detetive Hércule Poirot, gosto bastante dele (pelas descrições da Agatha Christie fico imaginando algo como Ned Flanders, dos Simpsons e Comissário Gordon, do Batman rs), acho ele interessante, sabe tudo sobre todos, acho bem legal esse personagem.

CNatal de Poirot - Agatha Christie  (1)ai o Pano - Agatha Christie (2)

A história começa com um rico idoso, que não tinha mais contato com alguns dos filhos e resolve passar o Natal com todos eles reunidos em sua mansão, porém é assassinado na noite de Natal. Poirot é chamado e tenta desvendar o caso, onde todos são suspeitos.

Natal de Poirot - Agatha Christie  (1)

O livro tem uma leitura rápida, bem fácil de fazer.

Véspera de Natal. A reunião da família Lee é arruinada pelo barulho ensurdecedor de móveis sendo destroçados, seguido de um grito agudo e sofrido. No andar de cima, o tirânico Simeon Lee está morto, numa poça de sangue, com a garganta degolada. Mas quando Hercule Poirot, que está no vilarejo para passar o Natal com um amigo, se oferece para ajudar, depara-se com uma atmosfera não de luto, mas de suspeitas mútuas. Parece que todos tinham suas próprias razões para detestar o velho…

Editora Nova Fronteira

Já leram? Gostaram?

Beijos

Resenha: Box O Melhor de Agatha Christie: Assassinato no Expresso do Oriente (Sem Spoiler)

Oi Gente!!!

Assassinato no Ex. do Oriente - Agatha Christie (4)
O Livro de hoje é um dos mais famosos da Agatha Christie, mas não é o meu favorito. O Assassinato no Expresso do Oriente é um livro com o detetive Hercule Poirot, que é o personagem principal de muitos (se não a maioria) dos livros da autora.

A qualidade do livro, não é das melhores, pois as páginas são muito coladas, fazendo com que as folhas fiquem amassadas e a capa é bem maleável e bem frágil, com a leitura e o jeito de segurar o livro ela ficou bem torta. Mas pelo preço valeu a pena ( O box com 3 livros custou R$19,90). Ele é bem pequeno, tem 223 páginas e é bem rápido de ler.

Assassinato no Ex. do Oriente - Agatha Christie (6)

No livro, Poirot é chamado para uma investigação de emergência e tem que pegar o trem Expresso do Oriente (por isso o nome do livro). Só que a viagem é impedida de continuar por conta de uma nevasca, e é aí que o assassinato é realizado. Todos são suspeitos e são colocadas muitas pistas falsas para que Poirot se confunda na sua investigação.

Uma das coisas que eu acho interessante nesse livro é que cada personagem tem um capítulo com o depoimento, além de uma planta do trem para termos uma noção de onde estava cada um dos passageiros.

Assassinato no Ex. do Oriente - Agatha Christie (5)
Assim como os livros do Nelson Motta, A Agatha Christie também só desvenda o assassino e o assassinato no último capítulo, mas pra mim não foi um final surpreendente, apesar de ter muitas mudanças de rumo. Na verdade achei o final sem graça e sem criatividade, mas isso vai de cada leitor. O final me decepcionou, mas o enredo é bem legal, já que você fica pensando o tempo inteiro quem seria o assassino.

Assassinato no Ex. do Oriente - Agatha Christie (2)

Sinopse do Livro:

Pouco depois da meia-noite, uma tempestade de neve pára o Expresso do Oriente nos trilhos. O luxuoso trem está surpreendentemente cheio para essa época do ano. Mas, na manhã seguinte, há um passageiro a menos. Um americano é encontrado morto em sua cabina, com doze facadas, e a porta estava trancada por dentro. Pistas falsas são colocadas no caminho de Hercule Poirot para tentar mantê-lo fora de cena, mas, num dramático desenlace, ele apresenta não uma, mas duas soluções para o crime.

Editora Nova Fronteira

Quem já leu, qual a opinião sobre esse livro? Vou adorar ler.

Beijos

Resenha: O Discurso do Rei: Como um Homem Salvou a Monarquia Britânica – Mark Logue e Peter Conradi (sem Spoiler)

Oi Pessoas!!! Como a resenha de livros, então homens também leem mudei pra “pessoas”, o que acham? rs.

Discurso do re (2)

Esse livro acabei de ler (quase literalmente, já que acabei no domingo e hoje é terça), e li bastante rápido (apesar de que queria que tivesse sido bem mais, enfim). Comecei no sábado na hora do almoço e acabei meia noite de domingo, quando isso acontece comigo é que a história prende. Então isso quer dizer que o livro é muito bom.

Como disse em resenhas anteriores, meu estilo de livro é policial, assassinato, suspense e histórico, adoro história, ainda mais quando é passada entre a Primeira e Segunda Guerra Mundial. Já vou dizendo que ainda não vi o filme, então não posso comparar e nem gostaria.

Uma das coisas que eu mais gostei nesse livro, foi ele ser escrito também pelo neto de Logue, que encontrou cartas em que seu avô falava de seu relacionamento com o Rei, e sobre os seus trabalhos. O livro foi escrito após o lançamento do filme homônimo. No livro contém algumas fotos de Logue com sua família e a família do Rei, inclusive a Rainha Elizabeth novinha, só acho que poderiam vir mais fotos (já que eu adoro rs)

Vamos pra resenha. O livro é contado de forma fácil e rápida de se ler, sem você ficar precisando pensar horas o que teria acontecido, tudo isso baseado em cartas de Lionel Logue, o homem que “curou” o Rei George VI da gagueira. A história em si é bem diferente do que eu achava, – pensava que ia ficar com o Rei tentando se livrar da gagueira sem conseguir – mas não estou dizendo que isso foi ruim, pra mim foi até bom pois é uma história real, e nada é apenas resolvido no último capítulo. O Rei (que quando Logue começou a trabalhar, ainda era Príncipe) mostra que era bem esforçado para conseguir com que a cura fosse realizada.

Como eu disse no início, em algumas partes é falado das Grandes Guerras, porém o assunto é mais abordado sobre a Segunda, já que aconteceu nos anos que Rei George VI estava no poder. Toda a Guerra é mostrada sobre a perspectiva dos Ingleses.

Pra quem quer conhecer um pouco mais sobre a história da Monarquia Britânica vai adorar, recomendo!

Discurso do re (1)

Sinopse:

O Rei George VI, pai da Rainha Elizabeth, sofria de gagueira desde a infância e mesmo já tendo passado por vários médicos e especialistas, ainda não tinha conseguido a cura. Porém encontra Lionel Logue, que era especialista no assunto na Autrália, e já tinha curado outras pessoas com suas técnicas. Com o passar do tempo Logue e o Rei acabam se tornando amigos, e consegue fazer com que o Rei melhore sua fala e também fique mais confiante.

Sinopse do Livro:

A história dessa inusitada aliança, que resultou em uma emocionante amizade, é contada agora em O Discurso do Rei: Como Um Homem Salvou a Monarquia Britânica.
Com base nos diários e arquivos de Lionel Logue, os autores Peter Conradi e Mark Logue, neto do terapeuta, reconstroem a relação de surpreendente intimidade entre dois homens absolutamente díspares. O livro traz ainda um encarte de fotos que ilustram os pontos altos da vida dos dois personagens.

 Editora José Olympio

Já leram? Gostaram? Deixe um comentário aqui no blog! 🙂

Resenha: Julieta – Anne Fortier (sem spoiler)

Oi Meninas!!!

Hoje vou fazer minha primeira resenha de livro (2013 vindo com muitas novidades!). Espero conseguir fazer direitinho. Então vamos lá.

O primeiro livro da série, é um dos meus favoritos, que é Julieta de Anne Fortier, que é o primeiro e único livro da autora (um desperdício! rs). Estava um dia nas Lojas Americanas, olhei pra ele (porque ele me chamou a atenção) e logo comecei a ler a sinopse, e tinha que levar ele pra casa naquele dia. O preço foi ótimo (R$19,90) pra um livro com uma história maravilhosa (pra comprar é só clicar aqui).

Gosto muito dos estilos de livros noir (pra quem não sabe é livros ou filmes policiais com histórias fictícias e obscuras), com suspense, assassinatos a desvendar e tal. O Julieta se enquadra no romance e suspense, pois em vários momentos do livro nós não sabemos com quem Giulietta Tolomei (a personagem principal da história) está se relacionando se é alguém querendo sua herança, se é o responsável pela maldição continuar.

É um livro bem leve de se ler, muito bem escrito e quando chega no clímax você (ou pelo menos eu), não quer parar de ler pra poder saber tudo o mais rápido possível. A leitura é muito fácil, rápida e te prende em diversos momentos e apesar de ser grande, tem 441 páginas, é bem rápido de se ler.

Quando Giulietta começa a descobrir a vida de sua antepassada, há diversos capítulos no qual a história passa a se ambientar em 1600,  com a história da primeira Giulietta, o que torna o livro bem interessante, pois conseguimos nos transportar de um século pra outro, sem nos perder e com uma riqueza de detalhes incrível.

Quando comprei achei que ia ser apenas sobre a Julieta de Shakespeare, porém é uma mistura de  histórias sobre a “Giullieta” de diversos outros autores, mas com uma maldição de 600 anos e passada no século XXI. Segundo a autora, a história de Shakespeare é uma releitura da história real.

Sinopse:

Durante 600 anos houve uma maldição envolvendo o nome Giulietta Tolomei. Com a morte de sua tia, Julie Jacobs descobre o seu nome real e a maldição que vem com ele. Com isso a protagonista vai até Siena e começa a correr atrás de pistas de como acabar com essa maldição.

Sinopse do Livro:

Julie Jacobs e sua irmã gêmea, Janice, nasceram em Siena, na Itália, mas desde os 3 anos foram criadas nos Estados Unidos por sua tia-avó Rose, que as adotou depois de seus pais morrerem num acidente de carro.

Passados mais de 20 anos, a morte de Rose transforma completamente a vida de Julie. Enquanto sua irmã herda a casa da tia, para ela restam apenas uma carta e uma revelação surpreendente: seu verdadeiro nome é Giulietta Tolomei.

A carta diz que sua mãe havia descoberto um tesouro familiar, muito antigo e misterioso. Mesmo acreditando que sua busca será infrutífera, Julie parte para Siena.

Seus temores se confirmam ao ver que tudo o que sua mãe deixou foram papéis velhos – um caderno com diversos esboços de uma única escultura, uma antiga edição de Romeu e Julieta e o velho diário de um famoso pintor italiano, Maestro Ambrogio. Mas logo ela descobre que a caça ao tesouro está apenas começando.

O diário conta uma história trágica: há mais de 600 anos, dois jovens amantes, Giulietta Tolomei e Romeo Marescotti, morreram vítimas do ódio irreconciliável entre os Tolomei e os Salimbeni. Desde então, uma terrível maldição persegue essas duas famílias.

E, levando-se em conta a linhagem e o nome de batismo de Julie, ela provavelmente é a próxima vítima. Tentando quebrar a maldição, ela começa a explorar a cidade e a se relacionar com os sienenses. À medida que se aproxima da verdade, sua vida corre cada vez mais perigo.

Instigante, repleto de romance, suspense e reviravoltas, Julieta – livro de estreia de Anne Fortier – nos leva a uma deliciosa viagem a duas Sienas: a de 1340 e a de hoje. É a história de uma lenda de mais de 600 anos que atravessou os séculos e foi imortalizada por Shakespeare. Mas é também a história de uma mulher moderna, que descobre suas origens, sua identidade e um sentimento devastador e completamente novo para ela: o amor.

Arqueiro

Já leram? Vale a pena!

Beijos